Me deu vontade de gritar ao mundo, toda a minha experiência com drogas, ao absurdo que essa escolha me levou. Não vou poupar palavras, palavrões, sentimentos, nenhum deles, todos seram ditos sem a menor maquiagem, afinal se não poupei minha vida, não será agora que vou medir palavras.

Tudo que ler é a mais pura verdade, como vivo agora e muitos momentos de meus diários, escrevi tudo esses anos todos. Não vou citar nomes verdadeiros, nem o meu, muito menos os daqueles que comigo dividiram esses 26 de vida no uso ativo de drogas. As informações que eu omitir será apenas para evitar que invadam minha privacidade, minha vida no momento.

Não sei que ordem vou dar a cada postagem, não sei se vou seguir ordem cronólogica. Vai assim do jeito que eu sentir vontade de contar. (Desculpem, se na forma de redigir contém erros seja eles quais forem eu sei que é agradável aos olhos ler algo sem erros, mas como não sou escritora e estou mais atenta aos sentimentos, é bem provável que vá acontecer mas vou tentar me policiar).

Caso queiram entrar em contato, para dúvidas, perguntas, alguma curiosidade - email:
existenciaativa@hotmail.com

sábado, 18 de dezembro de 2010

Eu admito: sou impotente perante as drogas.

Não adiantava mais tentar lutar eu havia perdido pras drogas... há muitos anos mas, agora por não suportar mais me sentir um lixo em todos os sentidos e precisar admitir isso, me olhar e dizer, acabou, vc perdeu, se tornou tudo aquilo que nunca imaginou que seria, que mulher é vc, quem é vc?, uma fraca que foge da vida o tempo todo? Chega de fugir, chega de achar que isso é o único meio liberdade. Era hora de reconhecer que o que tenho é mais grave É UMA DOENÇA. Estava na hora de encarar minha realidade, de olhar no espelho. Com muito medo do desconhecido, mas queria ao menos tentar, pela minha filha sim, mas por mim acima de tudo e todos.

EU QUIS era a minha hora, O MEU QUERER, eu não agüentava mais a vida que eu tinha, eu não agüentava mais fingir ser uma coisa e ser outra, eu não agüentava mais chorar sozinha. Nesse momento esqueci o “amor” pela droga e resolvi pensar em mim, e não adianta família, amigos, amores, não há sentimento vindo dos outros que nos sensibilize o suficiente para podermos parar, desde que nos mesmos não queiramos parar, não há (o sentimento pela droga é maior, a vontade de usar mais uma e só mais uma é maior).
Mas nesse momento meu querer era literalmente meu poder.
Não me sentia a vontade de ir a um lugar desses, (alguém havia me dito que ir a NA era “fim de carreira”, foi o meu recomeço de vida!) fui, eu não tinha outra opção e além do mais não tinha mais nada a perder, mesmo.

Quando cheguei naquela sala, aos poucos fui ouvindo, sentindo (conjugo o verbo sentir) o que aquelas pessoas falavam era como se fosse de mim. Vidas diferentes, mesmo sofrimento. Caminhos menos ou mais tristes, mas a mesma dificuldade e estavam limpos há meses, anos, como conseguiam? Apenas indo às reuniões?!
Me sugeriram não usar droga só por hoje, ir no máximo de reuniões possíveis, foi me dado o número de telefone de todos que estavam lá. O programa é simples, mas é milagroso!
Eu falei um pouco da minha historia e ninguém se espantou ninguém me julgou ninguém me criticou ao contrário recebi muitos abraços (como eu estava precisando disso) e palavras como: você não está mais sozinha, se quiser parar de usar drogas, seu problema agora é nosso também.
No final de 2 horas eu chamei uma das pessoas que estavam lá, falei que estava com droga, disse que queria jogar fora, pedi pra essa pessoa ir comigo ao banheiro, abri as embalagens que estavam comigo e joguei no vaso (lugar certo) algumas gramas que ainda tinha comigo e ali ficou o ultimo dinheiro que gastei com droga, ali ficou uma vida toda de uma drogada, ali ficou minha insanidade.
Dei o meu primeiro passo!

11 comentários:

  1. Vida,
    Eu acho que o que mais te ajudou, conforme o seu relato, foi a forma realista de ver as coisas.Quando você se olha e se vê um lixo, quando você vê que o fato de se drogar está acima de suas forças e o principal, o querer parar por sua causa, por você, acima inclusive do querer por sua filha ou familiares. Você tomou consciência de que o seu “eu” era mais importante do que tudo. Nesse momento você foi procurar o que era mais importante para você, acima de tudo que os outros falavam do NA.
    O NA me pareceu o que eu achava que seria. Apoio, suporte, de pessoas iguais, sem cobranças, sem criticas, sem credos. Aconchego. Realidade. Coragem.
    Da mesma forma que eles conseguiram, a partir do momento em que um apóia o outro, e você percebeu que aquilo era real, você viu que poderia conseguir se eles te apoiassem. Mas para isso, você teria que se abrir, se entregar de braços abertos, se atirar de olhos fechados, pois eles te dariam todo o suporte a partir do momento que você encarasse a realidade de frente, sem mascaras, sem mentiras, sem subterfúgios, sem transferir culpas, não é mesmo? Assumir que a doença é maior do que você e so a luta diária contra ela a faria suportar a fissura. Respeitar a doença e não negligencia-la.
    Eles não te cobraram isso, você percebeu que seria assim. A troca é na base da confiança. Meu raciocínio esta correto?
    Nestes anos que você já freqüenta o NA, deve ter havido alguma queda, alguém que recaiu, não é mesmo? Os integrantes do NA devem se sentir arrasados como se fossem eles próprios a cair, não é? A solidariedade e amor deve ser enorme.
    Mas eu acho que estou adiantando as minhas perguntas....rs

    Gostei o jogar fora diretamente no vaso, isso é significativo. Deu descarga e se livrou da m...!
    Legal o primeiro passo, mas não deve ter sido nada facil dar o segundo, terceiro, e assim por diante.

    um grande beijo.

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga passei para desejar a si e a toda a sua família e amigos, um Feliz Natal, repleto de alegria, saúde, paz e amor.

    “A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (desconhecido)

    Que a Luz e o Espírito de Amor do Natal, consigam prevalecer nos nossos corações ao longo de todos os dias do ano que está a chegar, para seja sempre Natal.

    Beijinhos
    Maria e familia

    ResponderExcluir
  3. Oi Lufe,
    SIM..rs
    Há recaidas infelismente mais do que gostaria de ver, pra ser sincera no começo me doia muito, hoje fico triste sim pelo amigo ou amiga, mas é ele. Só rezo e espero que ele volte, será recebido de braços abertos por todos. Estará em casa de novo.
    Um dos segredos de controlar (depois que se está em recuperação) a minha doença é pedir ajuda antes, no primeiro momento que vem a vontade, quando comeco a perceber que estou com comportamento cumpulsivo (isso vale pra todos nós).
    Sabe Lufe quando alguém recaí e volta pra sala, ele volta destruido, acabado e eu tenho a certeza que ai fora não mudou nada que está o mesmo inferno de sempre, tudo me ajuda a continuar limpa, até mesmo a recaída de outros.

    Nos posts seguintes vou falar de todo o processo sofrido (mas muito gratificante) de desintoxicação.

    Beijos

    __________________________________________
    Oi Maria,
    Muito obrigada, desejo à vc e aos seus o mesmo em tamanha igualdade.
    Acima de tudo muita sáude! Com ela tudo é possível.
    Beijos, meu carinho.

    ResponderExcluir
  4. Minha linda!
    Gostaría que me visse agorinha, assim que acabei de te ler!!Meus pelinhos do braço se arrepiaram todos!
    Sim!Você deu o primeiro passo, você foi capaz e é capaz!TODOS nós somos!TODOS!!!!
    Que alegria!!!
    Que maravilha!!!
    Feliz demais por você!
    TE contei do namorado adicto que tive, né??Leio seus relatos e me lembro dele...ele também está limpo!!!

    Que alegria, minha querida!

    E aqui estou eu, na sua torcida!!!

    Beijos em seu coração!

    Biazinha

    ResponderExcluir
  5. Pessoas diferentes...mas com historias tão iguais...
    Minha querida desejo te um Santo Natal junto aos que mais amas...
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  6. Vida,

    Que você tenha um Natal de muita paz junto as pessoas que ama e que na passagem do ano se renovem a fé, esperança e perseverança para continuar a trilhar com sucesso o seu caminho de luz.

    Um beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  7. É muito emocionante sua história. Foi um percurso longo, doloroso, perigoso até este instante de luz, mas vc conseguiu. Fiquei arrepiada quando li as últimas frases do texto de hoje.
    Moça, hoje é 1º de janeiro de um novo ano e de uma nova década. Vc melhor do que ninguém sabe que somos o resultado de nossas escolhas. Te desejo o melhor que a vida tem pra dar e espero que vc acerte sempre e escolha sempre o melhor pra sua vida. Que seja uma década de luz, de amor, de sucesso e muita alegria.
    Beijokas e meu carinho.

    ResponderExcluir
  8. Querida, que Deus te abençoe e te ajude a manter-se livre e longe das drogas. Sua vida vale muito, vale tudo! estarei aqui, bem pertinho, para quando precisar!
    Abraços perfumados
    Regina
    Um feliz ano "novo-novo"!

    ResponderExcluir
  9. Uau!!!
    Vidaaa você é o maximo, eu sou sua fã.
    Sabe, no teatro tem umas palavrinhas minhas que sempre digo ao meu grupo antes de entrarmos no palco, é mais ou menos assim:
    QUERER, SER OU DEIXAR ACONTECER, SÓ DEPENDE DE VOCÊ!
    Vida, eu acredito muito nisso, nós podemos tudoooo e a partir do momento que dissermos a nós mesmos EU QUERO, a mudança surge e nos da uma força enorme e tudo fica lindo apesar de tão dificil, mas a luz aparece e a cada novo amanhecer vamos chegando mais pertinho dela.
    Você com esse relato me fez acreditar ainda mais nisso,PARABÉNS LINDAAAAAAAA e DEus te abençõe sempre.
    Beijosssssssss no coração e um 2011 cheio de amor e realizações pra ti, viu minha linda.
    E sempre que precisar de um colo, o meu é seu ta.

    ResponderExcluir
  10. ninguem pode voltar e fazer um novo começo, mas qualquer um pode começar agora a construir um novo fim .
    (Chico Xavier)

    ResponderExcluir
  11. Ola anônimo,

    Foi oque fiz, oque estou fazendo.

    Abraço

    ResponderExcluir