Me deu vontade de gritar ao mundo, toda a minha experiência com drogas, ao absurdo que essa escolha me levou. Não vou poupar palavras, palavrões, sentimentos, nenhum deles, todos seram ditos sem a menor maquiagem, afinal se não poupei minha vida, não será agora que vou medir palavras.

Tudo que ler é a mais pura verdade, como vivo agora e muitos momentos de meus diários, escrevi tudo esses anos todos. Não vou citar nomes verdadeiros, nem o meu, muito menos os daqueles que comigo dividiram esses 26 de vida no uso ativo de drogas. As informações que eu omitir será apenas para evitar que invadam minha privacidade, minha vida no momento.

Não sei que ordem vou dar a cada postagem, não sei se vou seguir ordem cronólogica. Vai assim do jeito que eu sentir vontade de contar. (Desculpem, se na forma de redigir contém erros seja eles quais forem eu sei que é agradável aos olhos ler algo sem erros, mas como não sou escritora e estou mais atenta aos sentimentos, é bem provável que vá acontecer mas vou tentar me policiar).

Caso queiram entrar em contato, para dúvidas, perguntas, alguma curiosidade - email:
existenciaativa@hotmail.com

terça-feira, 27 de junho de 2017

8 anos, 3 meses e 7 dias.. só por hoje!

Eu não sou mais a pessoa que começou a escrever esse blog em 2010, tantas coisas mudaram!
Esses anos sem drogas, tem sido uma grande aventura, sinto que vive duas vidas diferentes numa mesma existência, uma de deslumbre, de ilusão outra de realidade, de calmaria.
Digo calmaria dentro da falha humana que somos, porque sei, não é simples viver, tem tanta coisa inesperada na vida.
As vezes encontro alguma foto antiga minha, olho e penso.. é garotinha se vc soubesse o que a vida te reservava! rs.. aff
Mas tirando o natural da vida.. eu sigo serena. Nunca estive tão em paz dentro da pessoa que sou. Muito raramente tenho algum conflito interno e se tenho, hoje tenho como me ajudar com a ajuda de N.A., então está tudo certo.

Tive perdas nesses anos, perdi uma pessoa da minha família, mas a minha aceitação foi tão diferente de quando meu marido morreu, não sei se, por estar limpa, se pela maturidade ou lucidez, mas a morte, dessa vez, não me arrastou junto. Eu tive compreensão e aceitação, dói igualmente, mas aceitei.

Não me sinto cem por cento realizada, não, falta muito! Tem coisas que a essas alturas sei que não vão se concretizar, mas não me cobro mais, por outro lado, acontecimentos novos vieram.
Continuo um ser rebelde de espirito..rs. mas com os pés no chão.

Antes a vida era algo que eu queria descartar, que causava claustrofobia, que eu queria fugir, hoje não. Eu me sinto livre, faço hoje um voo livre. E, percebo isso em coisas pequenas, corriqueiras do dia a dia. Me importar com conversas de alguém que vem em casa, rir com essas pessoas, me sentir fazendo parte do mundo, sem fobia das pessoas. Resolver as responsabilidades, isso é muito chato..ser responsável é um porre!..rs mas é necessário, faz parte do crescimento humano.

Para quem por ventura me acompanha a algum tempo, e ainda está por aqui..tenho uma novidade, fui pedida em casamento! Gente do céu 😍..não é que o amor me deu uma segunda chance, de verdade! Acreditem, façam o certo e entreguem o que não está sob teu controle, nas mãos de um Poder Maior, as coisas acontecem.
Sigo cheia de gratidão, muita gratidão pela minha nova vida!!

Até mais...

2 comentários:

  1. Vida F.,

    Você está bem diferente de 2010 mesmo. Sinto um pessoa mais leve e uma pessoa que se descobriu e conseguiu e está conseguindo viver sem o fantasma das drogas. Porque as drogas é um fantasma que vai sempre assombra a gente, mas vejo que ele se tornou um simples gasparzinho em sua vida... rs
    Fico imensamente feliz que você conseguiu encontrar essa paz dentro de você. Creio que seja uma das principais coisas para termos discernimento para tomar qualquer decisão em nossas escolhas e no nosso dia a dia. Ainda você tem ajuda de N.A., lá você tem iguais que possam compartilhar experiências.

    Eu nunca tive que lidar com perdas, então, não sei como é esse processo. Eu prefiro imaginar que nunca vai acontecer, porque só tenho meus pais que posso considerar como perdas mesmo, e não sei o que aconteceria comigo se um deles faltasse. Mas que bom que você está sabendo lidar com isso também, aceitando, não se deixou levar/arrastar - vejo muita maturidade em você, autoconhecimento (que não é de hoje) acho que é isso que faz você viver e continuar firme e forte em sua jornada.

    Mas será mesmo que alguém consegui ficar 100% realizado(a)? Pode até ser, mas eu acho que estar 100% realizado e ''ser feliz e nada mais.'' Cada um interpreta felicidade e realização de um jeito, mas eu acho que não tem como viver sem problemas, por mais que a pessoa seja feliz 100% realizada. Acho que é o rumo natural da vida. Olha eu querendo filosofar sendo que nem sei o que é viver e muito menos sei o que é felicidade... rs Um dia quem sabe eu descubro o que é ser 'feliz'. Gostei do ''rebelde de espirito.'' Hahah

    Tenho que aprender a crescer, estou buscando isso meio que marra, porque até quando vou esperar? Até usar muletas? Ué... quem disse que vou viver tanto tempo para isso? Crescer e ter responsabilidade é um porre mesmo, mas virar um ser semi vegetativo como eu é bem pior.

    Casamento? Que lindo! <3 Poxa, será que nos dias de hoje só eu acho casamento lindo e uma das coisas mais românticas do mundo? Aproveita a chance que o amor te deu, viva ele intensamente, sem medo, é a melhor coisa do mundo. Desejo de coração que você seja muito feliz. Mas você aceitou o pedido de casamento e vai casar de véu e grinalda e na igreja e chorar no altar, né? kkkkk Sei que você é bem rebelde e não curte essas coisas pelo o que escreveu ao longo do seu blog, mas ainda quero casar e quero que aconteça desse jeito. Eu devo ser alguma aberração. rs

    Um grande abraço e continue firme, Vida.f.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ah toda felicidade do mundo para você! E parabéns..
    Ah um tempo atras lhe mandei email e vc respondeu e nao me comumiquei mais.. Nao sei se vc ainda lembra rsrs
    Mais meu noivo apos aquilo recaiu mas dessa vez foi tudo muito diferente eu nao carrego sozinha esse peso e depois disso mais leve, pela primeira vez nao senti nada chorei de inicio mas nao to mais com sintomas da co dependencia de inicio to mas ficada em mim.. ah nao terminei cm ele acredito no tratamento e apos isso todos ficarem sabendo e dando o apoio a ele.. ele resolveu procurar ajuda sim esta fazendo tratamento e ja faz 35 dias que esta limpo. E a vida recomeçou com mt fé e esperança em dias melhores.
    Continue sendo essa pessoa maravilhosa e incrivel que vc é.. parabéns pelas lutas vencidas .

    ResponderExcluir